Buscar
  • Trend LED

A retomada dos eventos em novo formato: presencial e online

A pandemia fez explodirem eventos e atividades online. Sem a possibilidade de encontros presenciais, a saída para as empresas organizadoras foi migrar para encontros virtuais. Desde o início da pandemia, cresceu o número de eventos digitais nas mais variadas áreas.

O movimento se reflete no crescimento de quem fornece tecnologia para essa atividade. Uma das mais conhecidas plataformas do mundo, o Zoom, por exemplo, viu saltar o seu número de usuários. Segundo levantamento do site Backlink.o, o serviço tinha 10 milhões de usuários em dezembro de 2019. Logo após o início da pandemia, em março de 2020, já eram 200 milhões; no mês seguinte, 300 milhões.


Na contramão do crescimento das atividades digitais, os eventos presenciais sofreram com o distanciamento social desde o início da pandemia. Um exemplo são os eventos de marketing digital, tanto no Brasil quanto no exterior. O RD Summit, da empresa de softwares RD Station, é normalmente realizado no segundo semestre de cada ano em Florianópolis.


Em sua última edição, em 2019, recebeu mais de 10 mil participantes, mas foi cancelado não apenas em 2020 como também em 2021. Em seu lugar, está programado para outubro deste ano o RD Hostel, totalmente online.


O futuro dos eventos Diante de um exemplo como esse, a pergunta que se faz agora é: os eventos online substituirão os presenciais para sempre?


É difícil fazer previsões com alto grau de acerto em tempos de pandemia, mas já existem algumas pistas sobre o assunto. Na última semana de setembro, foi realizado em Cleveland, nos Estados Unidos, a 11ª edição do Content Marketing World, em área similar à do brasileiro RD Summit.


Depois de também ter passado por uma edição 100% online em 2020, o evento americano retomou a edição física neste ano, embora aquém do porte habitual. Se antes havia mais de 4 mil participantes vindos de mais de 70 países, desta vez foram 800, dos quais menos de 20 eram estrangeiros. Simultaneamente, havia outros mil acompanhando tudo pela internet em tempo real, elevando o número total de espectadores para 1.800.


Talvez esteja justamente aí a resposta para a pergunta: o futuro não está nos eventos online ou nos presenciais, mas nos dois juntos — que já ganharam a alcunha de eventos híbridos.

“Estamos aprendendo a fazer isso. O evento online nos traz um desafio na parte técnica. Mas certamente o formato híbrido veio para ficar. No ano que vem, estaremos novamente com o presencial e o online simultaneamente”, antecipa Stephanie Stahl, gerente geral do Content Marketing Institute, empresa organizadora do Content Marketing World.


Matéria do site: epocanegocios.globo.com

2 visualizações0 comentário